segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Seu Noel

Eu adorava quando chegava o Natal
Eu gostava de você, Papai Noel
Eu te esperava ansioso
Quem não gosta de ganhar presentes?
Como era bom acordar no dia 25

Mas quando eu cresci, seu Noel
Passei a ter raiva de você
Quando eu ia brincar na rua, com meu brinquedo novo, de vez em quando passava umas crianças por perto e eu já não brincava com o mesmo prazer de antes
Que pai é você que não distribui presentes a todos os seus filhos?

É, seu Noel... eu me recuso a te chamar de pai.
Já li cartas de crianças, enviadas para você, pedindo sabe o que?
COMIDA
Que pai é você, seu Noel, que esquece de alguns irmãos meus?
Você, com seus cabelos brancos, que deveria dar o exemplo,
esquece dos que não têm quase nada

Desculpe-me a falta de educação
Desculpe-me não respeitar seus cabelos brancos
Mas já que você tem o direito de esquecer alguns irmãos meus,
eu também tenho o direito, sem remorso nenhum, de esquecer você

2 comentários:

  1. Papai Noel anda precisando receber mais cartinhas como a sua.
    Beijos

    ResponderExcluir